Terca-Feira, 11 de Agosto de 2020

Bombeiros montam brigada para combate a incêndios florestais em São Félix do Araguaia




COMPARTILHE

Para atender com mais agilidade aos chamados de incêndio florestal no período da seca, o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, através do Batalhão de Emergências Ambientais juntamente com o Comitê de Gestão do fogo da Sema, montou uma Brigada Descentralizada em São Félix do Araguaia.

O objetivo é prestar apoio com ações de prevenção, orientação, fiscalização e combate a incêndios.  Segundo o Comitê de Gestão do Fogo, a Brigada Descentralizada foi montada em São Félix do Araguaia porque houve um aumento de 11,83% de focos de incêndio em comparação ao mesmo período do ano passado.

Com a chegada do período da estiagem, aumentam os focos de incêndio e as queimadas prejudicam desde o trabalho do homem do campo à saúde de todos os cidadãos. A Brigada Descentralizada já está instalada em São Félix do Araguaia para atender a região.

Quatro bombeiros atuarão, no sistema de plantão, nesse primeiro momento as ações estão sob o comando do Sargento Izelman. As viaturas utilizadas no trabalho são cedidas pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). Conforme Decreto nº 533 de 26/06/2020 o período proibitivo vai de 01/07/2020 à 30/09/2020.

Prevenção - Todos os anos, Mato Grosso decreta período proibitivo de queimadas na zona rural. Durante o período de estiagem, que normalmente ocorre entre julho e setembro, não é permitida a queima controlada na zona rural.

A medida visa evitar que o fogo se alastre atingindo áreas de vegetação nativa. Os incêndios florestais emitem grandes quantidade de gases de efeitos estufa e trazem prejuízos à vegetação, vida silvestre, saúde humana e economia. Em zona urbana, o uso do fogo é proibido durante todo o ano.

Saúde humana - De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a poluição do ar é um fator de risco crítico para doenças não transmissíveis, causando cerca de 24% de mortes por doenças cardiovasculares, 25% por acidente vascular cerebral, 43% por doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) e 29% associadas ao câncer de pulmão. O aumento dos incêndios pode gerar o agravamento da pandemia do COVID 19, que é uma doença relacionada ao sistema respiratório, causando mortes e prejuízos de ordem em todo Estado.


Autor:Redação AMZ Noticias


COMENTÁRIOS:
O AMZ Noticias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - AMZ NOTÍCIAS Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Amz Notícias